Circo Crescer e Viver, em parceria com o Instituto Unibanco, auxiliará 500 idosos da região da Cidade Nova e do Estácio

Apoio para Clínica da Famílias Medalhista Olímpico Ricardo Lucarelli Souza
1 de junho de 2020

  04 | junho | 2020

Benefício envolve complementação de renda, ações de cuidado e a realização de diagnóstico epidemiológico em área históricas da região central do Rio de Janeiro

O Circo Crescer e Viver e o Instituto Unibanco somaram forças para mitigar os impactos socioeconômicos gerados pela pandemia do coronavírus junto a comunidade idosa (acima de 60 anos) em situação de pobreza da Cidade Nova e adjacências. Batizada com o nome “Território Amigo do Idoso” a ação tem como objetivo diminuir o impacto na saúde coletiva do novo coronavírus (SARS – Cov-2), provendo benefício complementar de renda, bem como levando informação correta, orientações e cuidados centrados no monitoramento à distância de idosos e auxílio na aquisição de insumos de supermercados e farmácias à comunidade idosa carente de acesso aos serviços de saúde, na região da Cidade Nova e adjacências, cadastrada e residente no entorno imediato do Circo Crescer e Viver.

A iniciativa pretende, também, reduzir a circulação desse grupo de risco da COVID-19, preconizando o isolamento e distanciamento social, de acordo com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde, bem como realizar um diagnóstico epidemiológico a partir do levantamento de informações e organização de dados sobre a quantidade de pessoas portadoras de doenças crônicas; casos suspeitos e confirmados de COVID-19; casos de de hospitalizados; notificações de outras doenças incidentes; e notificação para vigilância sanitária local com rota de de despacho, com auxílio de médicos que integram o movimento NósContraCovid19.

Vinte jovens da comunidade foram contratados com uma bolsa auxílio de R$ 600,00 para atuar no projeto e já estão participando de atividades de capacitação e formação em temas como cuidado, emergência em saúde, mobilização comunitária, pesquisa e levantamento de dados, entre outros temas.

 

Foto: PÉROLA QUESADA

 

De acordo com Ricardo Henriques, superintendente executivo do Instituto Unibanco, a atuação em rede com organizações sociais locais é fundamental: “Com a parceria, ganhamos agilidade na distribuição dos recursos, pois essas organizações conhecem o território e a sua realidade, atuando para que o apoio chegue rápido a quem mais precisa. Além disso, queremos fortalecer parceiros como o Circo Viver e Crescer e organizações da economia local, uma vez que pode haver compra dos itens de alimentação e higiene nos próprios territórios ou nas mediações deles, utilizando a mão de obra da localidade para viabilizar as ações”, descreve Henriques.

Outro impacto positivo do projeto é o fato de tratar-se de “uma ação intergeracional que envolve jovens no apoio aos idosos beneficiários da ação. É uma oportunidade para uma parcela da juventude da comunidade desenvolver conhecimentos e habilidades para, quem sabe, descobrir novo campo de profissionalização, já que estamos em franco processo de envelhecimento da população e os serviços na área do cuidado já vêm se afirmando como uma importante oportunidade de trabalho”, completou Junior Perim, diretor-presidente do Circo Crescer e Viver.

Junte-se a nós! Faça sua doação!